Como não estudar na quarentena

Estudar é mais uma das atividades em que focar na eficiência é mais benéfico do que na quantidade. Inclusive, segundo a ciência, estudar muito – prática chamada pelos especialistas de “overlearning” – prejudica o aprendizado.

Você já teve os famosos brancos na hora da prova? Ou então, já fez uma prova e dias depois não lembrava de quase nada do que estudou?

Reler o conteúdo diversas vezes:

O fato é que os estudos científicos mostram que mesmo que você pratique lembrar parte da matéria, a longo-prazo, lembrará mais do se estivesse relido todo o conteúdo. Uma das explicações para isso é que a prática de lembrar fortalece o caminho para encontrar a informação, fazendo o traço de memória ficar mais forte.

Utilize material impresso

Tablets e outros meios eletrônicos são ótimos para conveniência e portabilidade. No entanto, pesquisas sugerem que, quando se trata de estudar na faculdade, os materiais impressos tradicionais ainda têm vantagem.

Estude quando estiver cansado – e descanse em seguida

Estudar quando você está mais cansado imediatamente antes de dormir pode realmente ajudar seu cérebro a reter concentrações mais altas de habilidades novas.

Imagem mental

Essa técnica consiste em criar imagens mentais para memorização.

 

 

Fonte: eurekabrasil.com/ | .napratica.org.br

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Scroll Up
WhatsApp chat